Doce Luar

Versos e mensagens, minhas ou de outrém...


“Você me provoca, você me perturba.
Joga água e sai correndo.
Atira a pedra e me acerta de raspão. 
Me espia no escuro e mostra a língua.
Me xinga.
Me atiça.
Invade o meu sossego.
Meu refúgio. 

Você me provoca achando que não há perigo. 
Sem conhecer a força da minha mordida, o tamanho dos caninos. 
Você me provoca sem esperar a picada. 
Sem saber que ainda não inventaram antídoto pro meu tipo de veneno.”












((Caio F. Abreu))

1 comentários:

Opah! Amei Kyrah!
(Acho que vou sentar-me ali na rua... pode ser que tenha sorte...) :)
Beijos

Postar um comentário

Quem és tu que me lês? És o meu segredo ou sou eu o teu?

Clarice Lispector

Carinho

Carinho
da amiga Dandara

da amiga Srtª Bêêh

recebido da Joyce Kelly

da Joyce Kelly

Da Pat...

De A dangerous mind (1 dos 4)

de A Dangerous Mind e Somewere

de A Dangerous Mind

de A Dangerous Mind
Ocorreu um erro neste gadget

Por aqui ficaram:

Todos os textos aqui expostos e que não possuem assinatura são de autoria da proprietária do blog, os demais encontram-se devidamente referenciados. As imagens podem ser encontradas no google images. Por favor, não plagie, respeite os autores, crie suas próprias estórias. Obrigada pela visita, voltem sempre! bjus da kirah^^

hoje (clique vídeo)

hoje (clique vídeo)
Talvez eu já saiba a resposta...

Mo Foo