Doce Luar

Versos e mensagens, minhas ou de outrém...




Bring Me Flowers

Eu não faço idéia se você é a pessoa certa
Mas eu gosto de você,
e eu gosto de como você me faz sentir
Eu quero fazer isso direito 
Não quero desperdiçar essa noite 
Mas eu estou mergulhada 
Mergulhada no teu amor 
Me traga flores e fale durante horas
Eu gosto de você, eu gosto de como você me faz sentir
Beije meu rosto,o teu abraço quente
Eu gosto de você,
eu gosto de como você me faz sentir

Eu estou com um pouco de medo de te abraçar forte 
Porque eu devo nunca mais te largar 
Presa no teu sorriso,estou feliz como uma criança 
Mas eu continuo mergulhando,mergulhando no teu amor 
Me traga flores e fale durante horas
Eu gosto de você,
eu gosto de como você me faz sentir
Beije meu rosto,o teu abraço quente
Eu gosto de você,
eu gosto de como você me faz sentir

Seu coração dá por nada em troca
 E eu estou pegando,pegando você pra mim 
Presa no teu sorriso,estou feliz como uma criança 
Mas eu continuo mergulhando,mergulhando no teu amor 
Me traga flores e fale durante horas
Eu gosto de você,
eu gosto de como você me faz sentir
Beije meu rosto,o teu abraço quente 
Hmm...Eu gosto de você,
ah eu gosto de como você me faz sentir

[Hope]


"O dia mente a cor da noite
E o diamante a cor dos olhos
Os olhos mentem dia e noite a dor da gente"


Enquanto houver você do outro lado
Aqui do outro eu consigo me orientar
A cena repete a cena se inverte
enchendo a minha alma d'aquilo que outrora eu deixei
de acreditar

tua palavra, tua história
tua verdade fazendo escola
e tua ausência fazendo silêncio em todo lugar
















metade de mim
agora é assim
de um lado a poesia, o verbo, a saudade
do outro a luta, a força e a coragem pra chegar no fim
e o fim é belo incerto... depende de como você vê
o novo, o credo, a fé que você deposita em você e só

Só enquanto eu respirar
Vou me lembrar de você



-O Teatro Mágico -



Uma pequena pessoa morreu apenas de fingimento
Desejava ficar completamente só
O pequeno coração permaneceu quieto por horas
Então o tomaram por morto
Deixaram-no que a areia molhada o enterrasse
Com uma caixa de música na mão

A primeira neve a cobrir o túmulo
Acordou a criança de modo bem suave
Numa noite fria de inverno
Seu pequeno coração despertou

Na medida que o gelo voava na criança
A caixa de música foi aberta
Uma melodia no vento
E para fora da terra canta a criança

Upa upa cavalinho
E anjo algum desce à terra
Meu coração não bate mais
Apenas a chuva chora sobre o túmulo
Upa upa cavalinho
Uma melodia no vento
Meu coração não bate mais
E para fora da terra canta a criança

A gélida lua, cheia em seu explendor
Ouve o pranto na noite
E anjo algum desce à terra
Apenas a chuva chora sobre o túmulo

Entre duras tábuas de carvalho
Ele irá tocar com a caixinha de música
Uma melodia no vento
E para fora da terra canta a criança

Upa upa cavalinho
E anjo algum desce à terra
Meu coração não bate mais
Apenas a chuva chora sobre o túmulo
Upa upa cavalinho
Uma melodia no vento
Meu coração não bate mais
E para fora da terra canta a criança

Upa upa, cavalinho.
Meu coração não bate mais.

No domingo dos mortos eles ouvem
Dos campos do senhor essa melodia
É quando eles rezam por ele
O pequeno coração salvo dentro da criança

Upa upa cavalinho
Uma melodia no vento
Meu coração não bate mais
Apenas a chuva chora sobre o túmulo
Upa upa cavalinho
E anjo algum desce à terra
Meu coração não bate mais
E sobre a terra canta a criança

Upa upa cavalinho
Uma melodia no vento
Meu coração não bate mais
Apenas a chuva chora sobre o túmulo



















[Spieluhr - Rammstein]








Confesso que me dá uma saudade irracional de você. E tenho vontade de voltar atrás, de ligar, de te dizer mil coisas, e cair em suas mãos, sem me importar com nada, simplesmente entregar-te meu coração. Mas não, renuncio, me controlo e digo para mim mesmo que não é assim, que não pode ser, que você se foi, e não volta.

[Caio Fernando de Abreu]



Sinto seu olhar
dentro de mi'alma
estremeço
Você parece ler
meu coração
isso dá medo
Prefiro guardar 
meus segredos
me sinto segura assim
Por favor
não decifre-me
Por favor
não olhe em meus olhos
não me descubra...
Teu sorriso
é de quem desconfia
de quem supõe
de quem sabe
Como devo agir?
Se você já sabe
Devo fingir?
não faz sentido
mas sigo
nesse jogo
entre nós dois
sem ganhadores
sem prêmio
apenas a angústia
de saber
que a cada lance
te perco mais e mais...




Quem és tu que me lês? És o meu segredo ou sou eu o teu?

Clarice Lispector

Carinho

Carinho
da amiga Dandara

da amiga Srtª Bêêh

recebido da Joyce Kelly

da Joyce Kelly

Da Pat...

De A dangerous mind (1 dos 4)

de A Dangerous Mind e Somewere

de A Dangerous Mind

de A Dangerous Mind
Ocorreu um erro neste gadget

Por aqui ficaram:

Todos os textos aqui expostos e que não possuem assinatura são de autoria da proprietária do blog, os demais encontram-se devidamente referenciados. As imagens podem ser encontradas no google images. Por favor, não plagie, respeite os autores, crie suas próprias estórias. Obrigada pela visita, voltem sempre! bjus da kirah^^

hoje (clique vídeo)

hoje (clique vídeo)
Talvez eu já saiba a resposta...

Mo Foo