Doce Luar

Versos e mensagens, minhas ou de outrém...



Lembranças do incidente ainda me perturbam
As marcas que as palavras deixaram em mim, ainda doem
e o pensamento, como um disco quebrado, estagnou ali
naquele momento
eu e você, frente a frente
O desabafo, a dúvida, as lágrimas, a chuva
E me pergunto...se fosse eu?
Haveria perdão?
Haveria possibilidade?
Haveria futuro?

E se...tudo o que eu queria era saber
Tudo o que eu queria era não querer
Tudo o que eu não deveria, era reviver
E cá estou, mais uma vez


Penso sempre que um dia a gente vai se encontrar de novo, e que então tudo vai ser mais claro, que não vai mais haver medo nem coisas falsas. Há uma porção de coisas minhas que você não sabe, e que precisaria saber para compreender todas as vezes que fugi de você e voltei e tornei a fugir. São coisas difíceis de serem contadas, mais difíceis talvez de serem compreendidas — se um dia a gente se encontrar de novo, em amor, eu direi delas, caso contrário não será preciso. Essas coisas não pedem resposta nem ressonância alguma em você: eu só queria que você soubesse do muito amor e ternura que eu tinha — e tenho — pra você. Acho que é bom a gente saber que existe desse jeito em alguém, como você existe em mim”. - Caio Fernando de Abreu


_ Mas um lado meu quer mesmo é acertar as contas e seguir em frente de vez!

Dona Aranha subiu pela parede...veio a chuva forte e...

Nossa, quanto tempo faz que por aqui não apareço, mas não consigo abandonar de vez...como é bom ter um espaço para derramar os sentimentos, as angústias, as dúvidas; um espaço de troca, de amizade, de poesia...a poesia de viver. O tempo, esse eterno apressado (ou somos nós que corremos) não me permite fazer tanto quanto antes, as palavras, antes mais presentes, agora tiram férias constantes, mas eu insisto, persisto e cá estou outra vez!

Pra marcar o retorno, uma música linda que espelha o dia de hoje para mim:



"Eu quero ficar perto de tudo o que acho certo, até o dia em que eu mudar de opinião..."

"A minha história ainda será uma das mais bonitas, e não importa o deserto que atravesso agora. Um dia não terei sede (Cáh Morandi)."




O tempo de uma contradança


Talvez o momento seja fugaz
e o sentimento passe
Talvez essa noite não dure para sempre...
Talvez amanhã sejamos diferentes
e a vida nos afaste
Talvez essa dança logo acabe
Talvez a imagem desfoque
e a realidade nos choque
Talvez não sejamos eternos...


Mas enquanto houver música
seremos um do outro.





Eu deveria estar seguindo em frente, eu deveria estar vivendo o futuro, eu deveria estar arrasando corações com meus humor impagável, eu deveria estar colecionando vitórias, eu deveria estar enfrentando o mundo de peito aberto, eu deveria estar chorando de rir, eu deveria estar sendo feliz...ao invés disso estou aqui, viva apenas na saudade de alguém que nunca mais vai me ver sorrir


Sumi porque só faço besteira em sua presença, fico muda quando deveria verbalizar, digo um absurdo atrás do outro quando melhor seria silenciar, faço brincadeiras de mau gosto e sofro antes, durante e depois  da gente se falar.

Sumi porque não há futuro e isso até não é o mais difícil de lidar, o pior é não ter presente e nem passado.

Sumi porque não há o que se possa resgatar, meu sumiço é covarde mas atento, meio fajuto, meio autêntico, sumi porque sumir é um jogo de paciência, ausentar-se é risco e sapiência, e distância fará mais por nós que "nosso amor" e sua desajeitada e irrefletida latência

--texto adaptado de um poema de Martha Medeiros



"A minha vida continua, mas é certo que eu seria sempre sua...Quem pode me entender?
               depois de Você, os outros são os outros e só."  - Kid Abelha



Um beijo seu é tudo o que peço
Um beijo seu....e me despeço
Antes isso que me despedaçar
por seu amor...que nunca será meu
Lhe dizer adeus é a única forma
de manter meu coração intacto
Te ter por perto não é certo
quando seus olhos são distantes
e a batida de nossos corações
são dissonantes
O meu bate por você e o seu...por quem baterá?

Saberia eu viver
toda uma vida a lembrar
do sabor dos seus lábios
isso me acalentará
Mas não seria capaz
de partir sem que de ti
uma lembrança tivesse
com que me aquecer
durante o inverno que em minha alma já desce

Mas o mudo apelo você nunca ouvirá, como poderia, se seus olhos distantes nem mesmo a minha presença percebem? E portanto eu fico, a espera de um beijo que não virá, de um adeus que não se dará...e morro, morro sem que você se dê conta (algum dia notará?)






Às vezes a saudade é tão grande que nem é mais sentimento. A gente é saudade - Gabito Nunes



Há meia hora ventava
E tínhamos coragem
E eu já estou cansada
De não gostar de mim.


[cazuza]



Algumas decisões que tomamos na vida, norteiam todo o nosso destino, mas não o define, já que decisões são tomadas o tempo todo.
Das mais simples às mais complexas, todas tem um papel determinante sobre quem somos e quem seremos.
Um movimento em falso, uma rua diferente, o café da manhã em um lugar que não o de sempre, aquele convite que você aceita, aquele telefonema que você não dá, qualquer uma dessas decisões podem ser A DECISÃO, aquela que vai determinar uma rota nova na sua vida.
Como saber quais são as decisões que realmente importam? simples: todas importam, em maior ou menor grau, todas te encaminham para este ou aquele caminho que por seguinte desembocam nesse ou naquele momento que vai levar você a esse ou aquele instante/segundo crucial que fará com que a sua vida tome rumos inesperados e que te marcarão para sempre.
Raras são as vezes em que você se dá conta de que está tomando A decisão, e nisso está a beleza da coisa, você está sendo autêntico, logo seu destino, seja ele qual for, reflete apenas você mesmo, sem manipulações ou falsas escolhas, e você só vai perceber muito depois que foi aquela viagem que você fez que te fez achar necessário comprar aquele computador que te possibilitou entrar naquela comunidade onde você conheceu uma pessoa que te falou de uma outra pessoa que você decidiu conhecer por não ter nada melhor que fazer e então marcou aquela saída que quase foi cancelada mas que você decidiu não cancelar e então foi ali, naquele momento que você conhece então aquela pessoa que te faz aquela proposta que te deixa tão confusa que te faz tomar aquela decisão errada que te leva a voltar atrás e tomar a decisão correta que te leva a um momento que você nunca imaginou viver: o amor!


"Fácil é abraçar, apertar as mãos, beijar de olhos fechados.
Difícil é sentir a energia que é transmitida.
Aquela que toma conta do corpo como uma corrente elétrica quando tocamos a pessoa certa."

(Carlos Drummond de Andrade)

Você é feito de palavras
conjugações, frases, orações
Você é todo verbo
falar (fala comigo)
Eu não conheço teu rosto
senão por fotografia
Mas desnudo a sua alma
pouco a pouco, todo dia





Eu que não era pra ter nascido


Cheguei esbanjando vida,


Eu que queria ser um garoto


Me diverti sendo menina,


Eu não queria crescer


E acabei amando ser adulta,


Eu não achei que fosse ser feminina


E me descobri como mulher,


Eu que nunca ia namorar


Me apaixonei,


E mesmo tendo dito 


que nunca me casaria


Fui feliz com meu marido (todos os 3)


Filhos?! Jamais os teria


Hoje são minha alegria,


Nunca imaginei ser avó


Agora é tudo o que pretendo,


Envelhecer, medo terrível


Agora me parece tão normal,


A vida que me botava tando medo


Se mostrou maravilhosa


E a morte que me apavorava


Hoje é apenas mais um


Dos caminhos a serem vencidos

Percebi que mudar é preciso

Que se prender ao momento é inútil

Que as idéias mudam, que você muda, 



mas que ainda se sentirá inteira

Desde que o coração comande

Desde que a razão não te limite

Que o orgulho não te tolha as oportunidades

Desde que as chances não sejam desperdiçadas

Desde que se decida ser feliz!



"O que me assombra 

sem sombra de dúvida 

é ver sua sombra 

ao lado de outra'' 

[desconheço o autor]

Essa data não tem nenhum motivo para ser lembrado, mas por outro lado tem tudo para ser memorável.
Sabe aqueles dias em que você não faz nada especial e ao mesmo tempo, tudo parece ter um encanto próprio?
Aqueles dias em tudo contribui para que seja um tédio total e você se pega sorrindo atoa?
O tipo de dia que tem tudo pra passar em branco mas você nota nele matizes especiais nunca dantes percebidas?
Aquele dia feijão com arroz que tem gosto de maionese?
Um dia em que a simples menção de um nome, a simples sensação das patinhas quentes do seu gatinho, a brisa do ventilador, o cheiro de uma roupa recém-lavada, enfim, as pequenas coisas de um dia a dia, parecem tão interessantes?
Aqueles domingos que geralmente te incomodam por não estar na agenda de grandes eventos, mas que justamente por um momento parece ser um dia importante?
Sabe quando você se sente na véspera de um grande acontecimento, mesmo sabendo que nada acontecerá no outro?
Um dia como outro qualquer, mas um dia diferente, um dia em que me sinto como uma grande mulher, um dia que que me sinto mais quente, mais viva, mais sentimental talvez, mais eu, e de um jeito tão bom...
Poderia ser qualquer dia, mas é hoje, dia 15.


Primeiro dia de um ano que se inicia e eu quis escrever, quis colocar em palavras as coisas que volteiam em minha cabeça, sentimentos, lembranças, vontades, medos, segredos...mas não está indo bem, ando meio sem prática ao que parece, as palavras andam pouco amigas ultimamente, ou elas são as mesmas e eu apenas mudei, mudanças essas já esperadas, mesmo assim surpreendentes, em uma pessoa como eu, que se considerava em alguns pontos imutável e que se percebe tão volúvel e ao mesmo tempo tão segura em algumas coisas que não mudarão nunca.
O ano que passou me foi dos melhores, não cumpri meus planejamentos, minhas metas ou seja lá o que tinha programado, mas fiz acontecer, coisas importantes, pessoas especiais, acontecimentos que ficarão para sempre na memória, de um jeito bom (ou quase isso), e me sinto orgulhosa, de quem fui, do que fiz, do que passei, do quanto cresci e do quanto aprendi durante esses tantos dias que compõem um ano.
Esse ano que começa, que pra mim já está sendo maravilhoso, me traz tantas possibilidades que até me espanto, é apenas um ano (ou o último de nossas vidas como fazem crer alguns) mas eu sei que não é tão simples, são dias que eu posso tornar incríveis, sensações que irão me permear, sentimentos que irão me sacudir, pessoas que irão me marcar, momentos que se tornarão memoráveis, será a vida acontecendo de novo, mais uma vez, com grande intensidade e me sinto pronta, para essa nova aventura, mesmo que um tanto atemorizada, afinal o desconhecido, etc., mas ainda assim disposta a viver cada momento delicioso desse ano que começa e que promete ser fantástico, porque como me disse alguém "nós faremos com que seja"!



Quem és tu que me lês? És o meu segredo ou sou eu o teu?

Clarice Lispector

Carinho

Carinho
da amiga Dandara

da amiga Srtª Bêêh

recebido da Joyce Kelly

da Joyce Kelly

Da Pat...

De A dangerous mind (1 dos 4)

de A Dangerous Mind e Somewere

de A Dangerous Mind

de A Dangerous Mind
Ocorreu um erro neste gadget

Por aqui ficaram:

Todos os textos aqui expostos e que não possuem assinatura são de autoria da proprietária do blog, os demais encontram-se devidamente referenciados. As imagens podem ser encontradas no google images. Por favor, não plagie, respeite os autores, crie suas próprias estórias. Obrigada pela visita, voltem sempre! bjus da kirah^^

hoje (clique vídeo)

hoje (clique vídeo)
Talvez eu já saiba a resposta...

Mo Foo