Doce Luar

Versos e mensagens, minhas ou de outrém...






"Acordei hoje com tal nostalgia de ser feliz.
Nunca fui livre na minha vida inteira. 
Por dentro eu sempre me persegui.
Eu me tornei intolerável para mim mesma.
Vivo numa dualidade dilacerante.
Tenho uma aparente liberdade, mas estou presa dentro de mim mesma." - C. Lispector


"Minha verdade espantada é que eu sempre estive só de ti e não sabia.
Agora sei: sou só. 
Eu e minha liberdade que não sei usar.
Grande responsabilidade da solidão.
Quem não é perdido não conhece a liberdade e não a ama.
Quanto a mim, assumo a minha solidão..."

(Clarice Lispector)











I am sorry for everything

Oh everything I've done




Oh I'm wishing you were here
But I'm wishing you were gone
I can't have you
And I'm only gonna do you wrong
Oh I'm gonna mess this up




From the second that I was born
It seems I had a loaded gun
And then I shot shot shot a hole through
Everything I loved
I shot shot shot a hole through
Every single thing that I loved




I can't help you when I'm only gonna do you wrong



Oh love

Can you hear me?


-Shots (Imagine Dragons)-





Hay tanto que quiero contarte
Hay tanto que quiero saber de ti,
Ya podemos empezar poco a poco
Cuéntame que te trae por aquí.

No te asustes de decirme la verdad
Eso nunca puede estar así tan mal
Yo también tengo secretos para darte
Y que sepas que ya no me sirven mas.

Hay tantos caminos por andar...

Dime si tú quisieras andar conmigo oh, oh, oh...
Cuéntame si quisieras andar conmigo oh, oh, oh...

Estoy ansiosa por soltarlo todo
Desde el principio hasta llegar al día de hoy;
Una historia tengo aquí para entregarte,
Una historia todavía sin final

Podríamos decirnos cualquier cosa
Incluso darnos para siempre un siempre no,
Pero ahora frente a frente aquí sentados
Festejemos que la vida nos cruzo
Hay tantos caminos por andar...

Dime si tú quisieras andar conmigo oh, oh, oh...
Cuéntame si quisieras andar conmigo oh, oh, oh...

Si quisieras andar conmigo..

Julieta Venegas - Andar Conmigo





Tanta coisa não dita pelos gritos não ouvidos
Tanta dor não sentida pela pele sensível
O sofrimento ignorado, saboreado? 
A falta de amor
Fantasias delirantes de uma mente inconsequente
que apenas quer viver, ser
Mas que na calada do dia se esvazia, assim como sua pele fria, no que antes havia e agora - ainda - há

Hoje cedo, quando eu acordei e não te vi
Eu pensei em tanta coisa...
Tive medo, ah como eu chorei
Eu sofri em segredo
Tudo isso hoje cedo
















Emicida feat Pitty

"Você é a pergunta e eu sou a resposta,
Você é o desejo e eu sou a realização,
Você é a noite e eu sou o dia.
  Do que mais precisamos? Isto já é perfeito.

  É a mais pura perfeição,
  Você e eu,
  Nada mais...
Estranho, como sofremos apesar disso!"

                                           - D. H. Lawrence
                                                 "Bei Hennef"



Quem és tu que me lês? És o meu segredo ou sou eu o teu?

Clarice Lispector

Carinho

Carinho
da amiga Dandara

da amiga Srtª Bêêh

recebido da Joyce Kelly

da Joyce Kelly

Da Pat...

De A dangerous mind (1 dos 4)

de A Dangerous Mind e Somewere

de A Dangerous Mind

de A Dangerous Mind
Ocorreu um erro neste gadget

Por aqui ficaram:

Todos os textos aqui expostos e que não possuem assinatura são de autoria da proprietária do blog, os demais encontram-se devidamente referenciados. As imagens podem ser encontradas no google images. Por favor, não plagie, respeite os autores, crie suas próprias estórias. Obrigada pela visita, voltem sempre! bjus da kirah^^

hoje (clique vídeo)

hoje (clique vídeo)
Talvez eu já saiba a resposta...

Mo Foo