Doce Luar

Versos e mensagens, minhas ou de outrém...


Eu que não era pra ter nascido


Cheguei esbanjando vida,


Eu que queria ser um garoto


Me diverti sendo menina,


Eu não queria crescer


E acabei amando ser adulta,


Eu não achei que fosse ser feminina


E me descobri como mulher,


Eu que nunca ia namorar


Me apaixonei,


E mesmo tendo dito 


que nunca me casaria


Fui feliz com meu marido (todos os 3)


Filhos?! Jamais os teria


Hoje são minha alegria,


Nunca imaginei ser avó


Agora é tudo o que pretendo,


Envelhecer, medo terrível


Agora me parece tão normal,


A vida que me botava tando medo


Se mostrou maravilhosa


E a morte que me apavorava


Hoje é apenas mais um


Dos caminhos a serem vencidos

Percebi que mudar é preciso

Que se prender ao momento é inútil

Que as idéias mudam, que você muda, 



mas que ainda se sentirá inteira

Desde que o coração comande

Desde que a razão não te limite

Que o orgulho não te tolha as oportunidades

Desde que as chances não sejam desperdiçadas

Desde que se decida ser feliz!



"O que me assombra 

sem sombra de dúvida 

é ver sua sombra 

ao lado de outra'' 

[desconheço o autor]

Essa data não tem nenhum motivo para ser lembrado, mas por outro lado tem tudo para ser memorável.
Sabe aqueles dias em que você não faz nada especial e ao mesmo tempo, tudo parece ter um encanto próprio?
Aqueles dias em tudo contribui para que seja um tédio total e você se pega sorrindo atoa?
O tipo de dia que tem tudo pra passar em branco mas você nota nele matizes especiais nunca dantes percebidas?
Aquele dia feijão com arroz que tem gosto de maionese?
Um dia em que a simples menção de um nome, a simples sensação das patinhas quentes do seu gatinho, a brisa do ventilador, o cheiro de uma roupa recém-lavada, enfim, as pequenas coisas de um dia a dia, parecem tão interessantes?
Aqueles domingos que geralmente te incomodam por não estar na agenda de grandes eventos, mas que justamente por um momento parece ser um dia importante?
Sabe quando você se sente na véspera de um grande acontecimento, mesmo sabendo que nada acontecerá no outro?
Um dia como outro qualquer, mas um dia diferente, um dia em que me sinto como uma grande mulher, um dia que que me sinto mais quente, mais viva, mais sentimental talvez, mais eu, e de um jeito tão bom...
Poderia ser qualquer dia, mas é hoje, dia 15.


Primeiro dia de um ano que se inicia e eu quis escrever, quis colocar em palavras as coisas que volteiam em minha cabeça, sentimentos, lembranças, vontades, medos, segredos...mas não está indo bem, ando meio sem prática ao que parece, as palavras andam pouco amigas ultimamente, ou elas são as mesmas e eu apenas mudei, mudanças essas já esperadas, mesmo assim surpreendentes, em uma pessoa como eu, que se considerava em alguns pontos imutável e que se percebe tão volúvel e ao mesmo tempo tão segura em algumas coisas que não mudarão nunca.
O ano que passou me foi dos melhores, não cumpri meus planejamentos, minhas metas ou seja lá o que tinha programado, mas fiz acontecer, coisas importantes, pessoas especiais, acontecimentos que ficarão para sempre na memória, de um jeito bom (ou quase isso), e me sinto orgulhosa, de quem fui, do que fiz, do que passei, do quanto cresci e do quanto aprendi durante esses tantos dias que compõem um ano.
Esse ano que começa, que pra mim já está sendo maravilhoso, me traz tantas possibilidades que até me espanto, é apenas um ano (ou o último de nossas vidas como fazem crer alguns) mas eu sei que não é tão simples, são dias que eu posso tornar incríveis, sensações que irão me permear, sentimentos que irão me sacudir, pessoas que irão me marcar, momentos que se tornarão memoráveis, será a vida acontecendo de novo, mais uma vez, com grande intensidade e me sinto pronta, para essa nova aventura, mesmo que um tanto atemorizada, afinal o desconhecido, etc., mas ainda assim disposta a viver cada momento delicioso desse ano que começa e que promete ser fantástico, porque como me disse alguém "nós faremos com que seja"!



Quem és tu que me lês? És o meu segredo ou sou eu o teu?

Clarice Lispector

Carinho

Carinho
da amiga Dandara

da amiga Srtª Bêêh

recebido da Joyce Kelly

da Joyce Kelly

Da Pat...

De A dangerous mind (1 dos 4)

de A Dangerous Mind e Somewere

de A Dangerous Mind

de A Dangerous Mind
Ocorreu um erro neste gadget

Por aqui ficaram:

Todos os textos aqui expostos e que não possuem assinatura são de autoria da proprietária do blog, os demais encontram-se devidamente referenciados. As imagens podem ser encontradas no google images. Por favor, não plagie, respeite os autores, crie suas próprias estórias. Obrigada pela visita, voltem sempre! bjus da kirah^^

hoje (clique vídeo)

hoje (clique vídeo)
Talvez eu já saiba a resposta...

Mo Foo