Doce Luar

Versos e mensagens, minhas ou de outrém...



Ela não olhou para trás em nehum momento, e a cada passo que dava sua decisão se fortalecia: Voltar Jamais!
De onde vinha? De que fugia?
Ninguém sabia, nem mesmo ela.
Sua única certeza: seguir em frente, sempre.
Toda sua vida era um mistério, nem mesmo sua idade era sabida, sua presença raramente percebida, era como a brisa, meramente sentida, não causava comoção a sua partida.
Pequena, delicada, tal e qual uma fada, seu olhar porém era forte como  ninguém, olhos de deusa irada aos quais não escapava nada.
Filha do vento, gazela sagrada, será que um dia foi amada?
Será que isso lhe importava? Justamente a ela, que nunca parecia querer nada?
Como saber? Como entender?
Ela veio e se foi, por nenhum momento parou, não, nem mesmo titubeou!
Apenas seguiu...

4 comentários:

Muito bom,de uma historia simples surge esse texto bem interessante eu adorei.

Apenas seguir... É o que se pode fazer, assim encontrar portas por onde adentrar, as estradas nos dão as respostas e só as enxergamos se prosseguirmos com o trajeto.

És bela tua escrita.

Lindo
Adorei
*_*

nossa, bonito pra caramba.:)
gostei do seu blog XD, seguindo vc tb :P

Postar um comentário

Quem és tu que me lês? És o meu segredo ou sou eu o teu?

Clarice Lispector

Carinho

Carinho
da amiga Dandara

da amiga Srtª Bêêh

recebido da Joyce Kelly

da Joyce Kelly

Da Pat...

De A dangerous mind (1 dos 4)

de A Dangerous Mind e Somewere

de A Dangerous Mind

de A Dangerous Mind
Ocorreu um erro neste gadget

Por aqui ficaram:

Todos os textos aqui expostos e que não possuem assinatura são de autoria da proprietária do blog, os demais encontram-se devidamente referenciados. As imagens podem ser encontradas no google images. Por favor, não plagie, respeite os autores, crie suas próprias estórias. Obrigada pela visita, voltem sempre! bjus da kirah^^

hoje (clique vídeo)

hoje (clique vídeo)
Talvez eu já saiba a resposta...

Mo Foo