Doce Luar

Versos e mensagens, minhas ou de outrém...



  
 Sim eu chorei...
Confesso que chorei...
Apesar de ter dito que não o faria
Sim, eu tinha prometido
Mas eu prometi tantas coisas que não cumpri
Bem o sabes...
Portanto eu chorei
Lágrimas pelo fim



Não me olhes assim...
Eu queria ser forte como tu
Eu queria poder sorrir da dor
Erguer a cabeça
Seguir em frente...
Mas qual o que,
Fraca que sou
Apenas chorei


Sim, eu chorei...
Chorei como uma criança
Que perde o brinquedo amado
Pensando bem, esta é uma
comparação inválida...
Nunca fostes meu brinquedo
Nunca me fizestes rir
Nunca fui feliz ao seu lado
Estranho, porque choro eu então?
Talvez seja por mim
Pelo meu bobo coração...
Vês? Estou sorrindo agora
Nesse momento de compreensão...
Já não sinta por mim
Comemoremos enfim!

2 comentários:

E que depois de cada lágrima o sorriso desponte de seus lábios. Ás vezes é bom chorar, porque só assim aprendemos a valorizar o valor de um sorriso.

Lindo!

Deixo um sorriso meu, querida.
Abraço!

obrigado flor

Postar um comentário

Quem és tu que me lês? És o meu segredo ou sou eu o teu?

Clarice Lispector

Carinho

Carinho
da amiga Dandara

da amiga Srtª Bêêh

recebido da Joyce Kelly

da Joyce Kelly

Da Pat...

De A dangerous mind (1 dos 4)

de A Dangerous Mind e Somewere

de A Dangerous Mind

de A Dangerous Mind
Ocorreu um erro neste gadget

Por aqui ficaram:

Todos os textos aqui expostos e que não possuem assinatura são de autoria da proprietária do blog, os demais encontram-se devidamente referenciados. As imagens podem ser encontradas no google images. Por favor, não plagie, respeite os autores, crie suas próprias estórias. Obrigada pela visita, voltem sempre! bjus da kirah^^

hoje (clique vídeo)

hoje (clique vídeo)
Talvez eu já saiba a resposta...

Mo Foo