Doce Luar

Versos e mensagens, minhas ou de outrém...



Eterna criança
que nunca se cansa
balança e balança
num passo de dança



Pequena  criança
com suas curtas tranças
balança e balança
e nunca se cansa


Criança, Criança
doces lembranças
de eterna infância
e uma incrível ânsia 
de ser feliz


Pobre criança
um dia você 
cresceu, se perdeu
você, agora eu













Mas a lembrança
daquela criança
que teve infância
me diz que a dança
não precisa acabar

5 comentários:

Muito bonito seu poema, você que criou?

admito, é cria minha =)
que bom que gostou, valeu pelo comentário!

És a nossa dança eterna...
Lindo! *--*

Muito obrigada pela visita. Adorei!
Beijos da beeh e um ótimo fim de semana!

realmente, a dança não pode parar!
seu blog é lindo, com certeza visitarei mais vezes, obrigado pelo comentário.

Postar um comentário

Quem és tu que me lês? És o meu segredo ou sou eu o teu?

Clarice Lispector

Carinho

Carinho
da amiga Dandara

da amiga Srtª Bêêh

recebido da Joyce Kelly

da Joyce Kelly

Da Pat...

De A dangerous mind (1 dos 4)

de A Dangerous Mind e Somewere

de A Dangerous Mind

de A Dangerous Mind
Ocorreu um erro neste gadget

Por aqui ficaram:

Todos os textos aqui expostos e que não possuem assinatura são de autoria da proprietária do blog, os demais encontram-se devidamente referenciados. As imagens podem ser encontradas no google images. Por favor, não plagie, respeite os autores, crie suas próprias estórias. Obrigada pela visita, voltem sempre! bjus da kirah^^

hoje (clique vídeo)

hoje (clique vídeo)
Talvez eu já saiba a resposta...

Mo Foo