Doce Luar

Versos e mensagens, minhas ou de outrém...





















Vento vai...
Levando meu sussurro
Segredando poemas, promessas.
Murmúrios.
As palavras que não existem mais
Os sentimentos mais leais
As palavras mais letais.
Vento, me fala sincero...
Tudo o que eu mais espero
Enquanto sozinho,
Sem afeto
Meu corpo envelhece inquieto.
Vento, me faz um favor.
Traga-me veneno,
Amor.
Quero morrer lentamente.

(Nathy)

-------
mais um da minha irmãzinha do coração, sou uma fã declarada, admito, mas ela realmente escreve muito bem...

3 comentários:

Deixa que o vento do desejo te leve em suas asas! Uma constelação de estrelas cairá docemente no teu corpo!

Beijos!
AL

e como é doce morrer de amor...

obrigado pela visita...

Lindo poema! ahuahuah

Postar um comentário

Quem és tu que me lês? És o meu segredo ou sou eu o teu?

Clarice Lispector

Carinho

Carinho
da amiga Dandara

da amiga Srtª Bêêh

recebido da Joyce Kelly

da Joyce Kelly

Da Pat...

De A dangerous mind (1 dos 4)

de A Dangerous Mind e Somewere

de A Dangerous Mind

de A Dangerous Mind
Ocorreu um erro neste gadget

Por aqui ficaram:

Todos os textos aqui expostos e que não possuem assinatura são de autoria da proprietária do blog, os demais encontram-se devidamente referenciados. As imagens podem ser encontradas no google images. Por favor, não plagie, respeite os autores, crie suas próprias estórias. Obrigada pela visita, voltem sempre! bjus da kirah^^

hoje (clique vídeo)

hoje (clique vídeo)
Talvez eu já saiba a resposta...

Mo Foo